• Infoarte Sistemas

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE NOTA FISCAL ELETRÔNICA


Homem Mostrando uma NFCE
Nota Fiscal Consumidor Eletrônico

Uma boa gestão contábil, incluindo as notas fiscais, é imprescindível para manter a sua empresa em ordem e evitar problemas legais. Com a implementação gradual iniciada em 2010, a emissão de Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e) se tornou obrigatória para a maioria das empresas no Brasil.

A ação da Receita Federal tem como objetivo modernizar o procedimento, além de facilitar fiscalização e reduzir custo. Contudo, muitos empresários ainda têm dúvidas sobre o procedimento de emissão da NF-e. Por isso, selecionamos as principais informações que você precisa saber para emitir suas NF-e com segurança:

1. Credenciamento

Para emitir a NF-e é necessário fazer o seu credenciamento junto à unidade da Secretaria da Fazenda no Estado em que a sua empresa está instalada. Para notas de serviço, o cadastro pode ser efetuado junto à prefeitura da sua cidade.

O credenciamento, normalmente, é um procedimento simples, mas varia de localidade para localidade. Por isso, é importante procurar sempre a ajuda do seu contador.

2. Quais os tipos de NF-e?

Um dos passos mais importantes para emitir sua NF-e corretamente é saber qual o tipo de nota que a sua empresa emite, já que elas variam de acordo com o que você precisa formalizar. São elas:

NF-e: Nota Fiscal Eletrônica voltada para produtos (bens e mercadorias), podendo ser de compra e venda, remessa, retorno, devolução, importação, exportação, etc.;

NFS-e: Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Uma versão para serviços que, diferente da NF-e, onde incidem tributos federais e estaduais, é cobrado o Imposto Sobre Serviço (ISS);

– NFC-e: Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica. Trata-se de um cupom fiscal emitido ao consumidor após a compra de um produto ou serviço;

– CT-e: Conhecimento de Transporte Eletrônico, que tem o objetivo de documentar, para fins fiscais, uma prestação de serviço de transporte de cargas, feita por qualquer modal.

Saiba mais sobre os tipos de documentos fiscais aqui

3. Quais as vantagens para a sua empresa? –

Emitir notas ficais eletrônicas traz uma série de benefícios para todos os envolvidos, incluindo a sua empresa, o seu cliente e os seus fornecedores. As principais vantagens são:

– Informações transmitidas de forma mais rápida e prática;

– Simplificação do processo de emissão de notas fiscais, o que otimiza o tempo de trabalho e as rotinas da sua empresa e aumentando a produtividade;

– Redução de custos com papel, transporte e armazenagem de documentações fiscais;

– Redução de erros de escrituração;

– Maior transparência e credibilidade no processo fiscal.

4. Como escolher o melhor emissor de NF-e?

Até dezembro de 2016 a secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo disponibilizou um emissor gratuito de notas fiscais eletrônicas, que infelizmente já não está mais disponível desde janeiro de 2017.

As empresas que não fizeram o download do software gratuito devem buscar outras alternativas. E para te ajudar a escolher o melhor emissor de NF-e para a sua empresa, você deve estar atento às seguintes dicas:

– Encontre um sistema compatível com as suas necessidades;

– Busque por uma opção que acompanhe o seu crescimento;

– Garanta uma solução que lhe ofereça agilidade, redução de custos e otimização de tempo.

Escolhendo um bom emissor de NF-e, que se adapte à rotina da sua empresa e facilite os seus processos diários, garante a modernidade e eficiência que a sua empresa precisa, além de trazer vantagens para você, seus clientes e seus fornecedores.

E então, sua empresa já conta com um novo emissor de NF-e? Entre em contato que nós podemos lhe ajudar nessa escolha!

Fonte: SOU.IS Tecnologia

78 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo