Buscar
  • Infoarte Sistemas

Como desenvolver um cronograma de atividades para implantar o planejamento estratégico de negócios?

Atualizado: Mar 11




A pessoa que pretende assumir a roupagem de empreendedor deve, antes de qualquer coisa, acreditar 100% na sua idéia, que será transformada em negócio, pois existirão tentações ao longo do percurso que colocarão à prova suas verdadeiras virtudes e fraquezas. Utilizando uma analogia com o mundo do teatro, o empreendedor passa por alguns estágios, quando se dirige ao mundo empresarial:


O primeiro é a façanha do empreendedor em montar, a partir de um enorme palco, ainda totalmente vazio e sem platéia, a sua empresa, que estará sujeita aos mais diversos cenários.


O segundo está na capacidade criativa de adequar estruturas que sustentarão o espaço da montagem teatral à peça idealizada, e ainda, fascinar o público. Algumas vezes as apresentações são compostas por ideais ou sonhos fabulosos, que com o passar do tempo, serão ajustados à realidade da disponibilidade financeira e operacional do empreendimento.


No terceiro estágio, com o palco montado, os cenários elaborados, as peças teatrais definidas, o elenco e o figurino compostos, é chegada a hora da realização dos ensaios, para o treinamento dos profissionais, como também, se necessário, a adequação de toda a estrutura. No intervalo de tempo entre os ensaios finais e a abertura do negócio, deve ser resguardada toda a energia dos atores, auxiliares de palco, contra-regras e outros coadjuvantes, para o passo seguinte.


No quarto estágio, acontece a grande estréia, determinante, também, para o sucesso do negócio. De acordo com a analogia apresentada, o empreendedor na verdade é ao mesmo tempo o diretor geral e o principal ator do espetáculo, não teatral, mas sim empresarial.


Afinal, um grande artista além de saber o script da peça, também precisa ser criativo e inovador. Somente assim, será reconhecido e admirado pela crítica, e principalmente, pelo público.


Para compor o roteiro, seguem abaixo os passos para ajudarem o empreendedor na implantação de um Planejamento Estratégico de Negócios:


1. Definir o objetivo e o foco da empresa.

2. Descrever a idéia, através dos produtos e serviços a serem oferecidos ao

mercado.

3. Apresentar o diferencial competitivo.

4. Descrever os pontos fracos e fortes, seus e dos concorrentes.

5. Apresentar o segmento de mercado pretendido.

6. Descrever as informações gerais sobre os fornecedores e concorrentes.

7. Descrever a cadeia de suprimentos da futura empresa.

8. Apresentar os requisitos técnicos para os gestores e empregados.

9. Apresentar a análise de viabilidade financeira.

10. Descrever a origem (fontes) e destino (usos) dos recursos financeiros do empreendimento.

11. Apresentar o demonstrativo de resultados contendo a lucratividade e a rentabilidade do negócio, e ainda, o prazo de retorno esperado.

12. Apresentar o fluxo de caixa do empreendimento para no mínimo 3 anos.


E para finalizar essa misancene empresarial o empreendedor deve contar com um ERP totalmente integrado e que vai ajuda-lo a ter uma visão sobre seu empreendimento de uma forma muito mais ampla, nossas soluções são desenvolvidas para entregar o melhor resultado possível: CONFIRA

ERP QUE NÃO É QUALQUER ERP


TAGS: #planejamentodenegocios #empreendedor #empreendimento #planejamentoestratégico


Fonte: WK Sistemas

0 visualização

Acompanhe nossas Redes Sociais

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • Instagram